O PESCADOR E SUA ALMA.
libreto escrito por Guilherme Miranda

Ópera em português adaptada do conto homônimo de Oscar Wilde e que teve sua estréia mundial em 2007 no CCBB de Brasília e nova temporada no CCBB-RJ.
A paixão proibida de um pescador por uma sereira o leva a fazer um sinistro pacto com uma bruxa: a realização de seu amor em troca de sua alma.
A ópera foi musicada por Marcos Lucas e dirigida por Antonio Karnewale, sob a regência do maestro Júlio Moretzsohn.
DESCULPA, MÃE!
de Guilherme Miranda e Teresa Fournier

Adaptação para o teatro do best-seller homônimo de autoria da cronista e romancista portuguesa Rita Ferro e sua filha Marta Gautier.
A peça, escrita em 2008, é um emocionante retrato dos relacionamentos familiares contemporâneos. Mãe e filha encontram na troca de cartas e bilhetes a única possibilidade de diálogo existente entre elas.
HAVERÁ MAIS VERÕES.
de Guilherme Miranda

Texto inédito escrito em 2006 para uma atriz-dançarina. Amores, perdas, saudade, infância são temas recorrentes a todos nós. "Haverá Mais Verões" retrata de forma lírica, fases da vida de uma mulher de nossos tempos.
PÂNTANO, O MUSICAL.
de Guilherme Miranda e Wladimir Pinheiro

Tragicomédia musical escrita em 2005 que, através de um texto épico e de canções originais brinca com a linguagem do Teatro Musical.
Um governante sem coragem, uma velha mulher que guarda um terrível segredo, uma poderosa feiticeira infeliz com a própria aparência, um irmão furioso sedente por vingança, uma estrangeira grávida há quatro anos...
Tudo acontece no PÂNTANO.
ENSAIO PARA 1 PEÇA OU ATOS PROVÁVEIS.
de Guilherme Miranda

Comédia Adulta em 1 ato escrita em 2004. Depois de realizar duas leituras dramatizadas abertas ao público. Teve sua estréia no Espaço III do Teatro Villa-Lobos-RJ, sob a direção de Henrique Tavares.
Peça relatando o cotidiano de uma produção teatral a quatro dias de sua estréia. Seus tipos característicos e situações particulares poderão provocar reflexões e boas risadas.
CHRISTINO E THEOBALDO
de Guilherme Miranda

Texto infanto-juvenil feito em 2004 baseado na idéia original do ator Flávio Bauraqui.
Dois garotos que não se conhecem, ganham juntos uma bicicleta num concurso. Para resolver o impasse do prêmio, fazem uma viagem sobre duas rodas de Santa Maria até Joinville na procura do irmão de um deles. Uma fábula sobre amizade e superação.
ESTRADA DE POEIRA.
de Guilherme Miranda

Primeiro texto de Guilherme Miranda, escrito em 2004.
Acompanhe a saga de Hipólito na descoberta de um povoado estranho e surpreendente chamado "Poeira".

Os habitantes desta minúcula cidade têm costumes completamente estranhos a tudo o que já se viu. Tentando encontrar o caminho mais rápido para sair de lá, Hipólito é seguidamente ludibriado pelos moradores. Aos poucos ele vai se dando conta de que todos escondem dele um grande segredo.